Missão

Nossa missão: Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Display

FELIZ PÁSCOA!!!

Wikipedia

Resultados da pesquisa

Translate us (traduza-nos)

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

sexta-feira, 1 de junho de 2018

A verdadeira sabedoria



                              Certa vez, perguntaram a um sábio que presente ele mais gostaria de ganhar em seu aniversário. Ele respondeu:


É difícil dizer o que eu mais gostaria de ganhar e que faria toda a diferença em minha vida hoje. Prefiro entregar nas mãos de Deus, que sabe tudo o que se passa aqui dentro, sabe o que eu sinto e sofro e sabe do que eu realmente necessito e o que realmente mereço. De qualquer modo, ganhar presentes é sempre bom. De alguns bens materiais, precisamos de vez em quando. Um brinquedo novo, quando se é criança, uma roupa nova, um sapato novo, uma caneta nova, um relógio novo, um perfume novo, enfim, coisas materiais que são boas e necessárias, mas que, em geral, não devem durar ou se mostrar úteis por tanto tempo assim. Até porque, chega um momento da vida em que um presente como esses que mencionei passa a ser só mais um presente, porque deixa de fazer tanta diferença. 

À medida que se vai crescendo e amadurecendo, o ser humano passa a não se satisfazer mais com o que o satisfazia outrora. Passa a desejar e buscar sempre algo a mais, algo que seja mais marcante e mais duradouro, algo que pode ser abstrato, mas que venha cercado de todo um contexto e um sentido. Depende também de quem oferece o presente. Um bom presente para mim poderia ser a capacidade de reconhecer que já ganhei os melhores presentes possíveis, ao longo dos anos. As minhas experiências de vida estão entre elas. Sem contar os livramentos que Deus já me deu, em relação ao pior. Ele tanto me livrou de que pessoas e coisas viessem para me acrescentar problemas, como também me livrou de ser um fardo na vida de alguém, por exemplo.
O bom da vida é sentir a mente e o espírito mais leves, com a certeza de que não preciso me arrepender do que fiz ou deixei de fazer e de que não devo mais perder tempo me preocupando com supostos presentes que deixei para trás ou com o que nunca foi meu, mas sim com aquilo que me for realmente pertinente. Um bom presente é ter em mente a convicção cada vez maior de que Deus escreve certo por linhas tortas. Porque eu tinha tudo para dar errado na vida, mas acabei dando certo, de alguma forma, não necessariamente da forma que eu esperava. Mas, como a minha história ainda não acabou, eu estou apenas virando mais uma página, ainda estou longe de um final feliz e ainda devem vir mais graças e bênçãos. 

Enfim, o melhor presente para mim seria continuar recebendo tudo de que preciso para seguir vivendo sem muito luxo e ostentação, mas com algum conforto e segurança básicos, trilhando sempre novos caminhos e conquistando mais espaços.


                             Assim, saudamos a todos os aniversariantes desta data e de datas circunvizinhas, em especial o dr. Tony Harrison, nosso principal colaborador. Que todos recebam de presente basicamente pelo menos os combustíveis mais essenciais para viver. Muita saúde e alegria de viver a todos. Um bom final de semana a todos.




---X---



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Moral da história

Moral da história