O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

domingo, 19 de novembro de 2017

Um Novo Messias???!!!




                   Um oficial reformado do Exército Brasileiro, que está ocupando o cargo de deputado federal, um político alinhado com ideais da extrema direita, surge como uma nova opção de liderança para muitos brasileiros que se identificam com ele e com suas ideias e que se veem cansados de tudo que se fez com o Brasil até agora. Em seu favor, seus defensores citam argumentos como, por exemplo, o fato de ele apoiar as reduções do Estado, em seu tamanho, cortando ministérios e empresas estatais, em sua influência e em seu controle na economia e na sociedade, reduzindo ou eliminando impostos abusivos e deixando o mercado fluir conforme suas regras e dinâmicas próprias.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Uma nação para todos ou pára todos???



                       Há cerca de vinte anos, quando o presente código de trânsito entrou em vigor, ele já previa a fiscalização das atitudes dos pedestres e dos ciclistas no trânsito, bem como a possível aplicação de multas a eles, medidas que ainda não foram postas em prática, por falta de regulamentação, mas isso deve mudar até meados de 2018. A cobrança da observação das leis de trânsito por parte de pedestres e ciclistas tem um lado bom. Faz-se necessário chamar a atenção desses personagens do trânsito para que também assumam suas responsabilidades, porque, até agora, só tinham direitos e eram vistos como os pobres coitados do trânsito, sendo quase sempre tratados como prioridades, e precisam entender que também têm deveres e que as leis de trânsito foram feitas para eles também. 

domingo, 12 de novembro de 2017

Trabalho escravo???!!!



                       Recentemente, uma ministra de Estado e desembargadora aposentada requereu o recebimento dos vencimentos acumulados e referentes aos dois cargos, o que lhe renderia algo em torno de R$ 60.000,00, pelo menos, alegando que manter uma aparência e um padrão de vida condizentes com o de uma ministra requer uma renda elevada e que trabalhar para receber menos do que ela considera justo e condizente com seu trabalho seria um trabalho escravo. Quiçá movida pelo bom senso, vendo a polêmica armada, a referida ministra logo desistiu de sua solicitação.

sábado, 4 de novembro de 2017

Invasões Bárbaras


                        No dia 15 passado próximo, a Igreja Católica celebrou a canonização de 35 pessoas, dentre as quais havia 30 brasileiros que foram martirizados por professarem a fé católica, nas terras do Rio Grande do Norte, durante a ocupação holandesa de partes do Nordeste brasileiro, no século XVII. Dentre os brasileiros agraciados por terem sacrificado suas vidas em nome da fé e de convicções muito superiores às suas pessoais, destacam-se os nomes dos padres André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro e dos fiéis Domingos de Carvalho e Mateus Moreira.