Verbo

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade."

João 1:14

Boas Festas

Boas Festas
Desejamos a todos um Feliz Natal, um 2019 de bênçãos e vidas plenas de sentidos.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Missão

Nossa missão: Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

Paul McCartney - Simply Having A Wonderful Christmas Time

Feliz 2019

Feliz 2019

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Fim de papo?!



                                A Copa acabou, há algumas semanas. É a vida que segue. Mas, antes de dar por encerrado o assunto, temos mais algumas colocações finais a apresentar. Na verdade, o brasileiro não vai parar de conversar sobre futebol, só porque não venceu mais uma copa. O brasileiro não desiste nunca. Quiçá você goste de futebol, porque futebol é arte, futebol é movimento e futebol é vida. Você gosta de futebol, mas não gosta de Copa do Mundo. Na verdade, a Copa não é do mundo, porque nem todas as nações são representadas lá. O mundo quase todo fica fora dela, onde só participam aquelas seleções supostamente melhores. Encontros assim só acontecem a cada quatro anos, e quatro anos é muito tempo. Muita coisa muda em quatro anos. Esses encontros duram apenas um mês, e nem todos os participantes jogam até o fim. Chega uma hora que a disputa esfria e fica sem graçaSe o Brasileirão ainda fosse no formato antigo e parecido com o da Copa, talvez o seu time não tivesse mais chances de se sustentar na competição.


                                Ao longo do mundial, observamos que foram poucas as ocasiões em que uma seleção começava uma partida perdendo e conseguia reagir de maneira surpreendente, por vezes, virando o jogo. O Brasil infelizmente não demonstrou essa habilidade. Quando começou perdendo, o Brasil não reagiu adequadamente e entregou o jogo. Note que reunir nomes de peso no elenco, tais como alguns dos mais badalados e bem pagos astros do futebol, que atuam em alguns dos melhores clubes de futebol do mundo, por exemplo, teve alguma influência no estilo de jogo de cada equipe, pelo menos até certo ponto. Deixar de convocar esses coringas seria suicídio, mas eles não fizeram tanta diferença assim. Até porque praticamente todas as 32 seleções reuniram em campo estrelas com aquele perfil. Cada uma delas reuniu o que tinha de melhor a oferecer, entre os frutos da terra, treinou-os e armou-os com os melhores recursos disponíveis. Esses coringas, no máximo, ajudaram a nivelar por cima, algumas daquelas seleções. O Brasil infelizmente não jogou com a mesma garra que vimos nas seleções finalistas. Não tinha, portanto, know-how para chegar lá.


                                Você já deve ter notado que, ao longo das últimas edições, o público vem contando com uma diversidade cada vez menor de opções para acompanhar a Copa. A quantidade de emissoras de rádio e de TV que transmitem os jogos vem caindo significativamente, quiçá devido aos custos com direitos de transmissão, com aluguéis de espaços nos estádios e com passagens, hospedagens e refeições das equipes jornalísticas que vão à campo. Deve ser por isso que apenas uma rede de televisão transmite a Copa do Mundo para o Brasil, com exclusividade entre os canais abertos.


                                Muito além das instalações esportivas, espera-se que a Rússia ganhe outros legados com a primeira copa que ela encampou. Um legado interessante para os russos tem sido o fato de que, sendo conhecidos pelo estereotipo de cara fechada e de poucos amigos, aprenderam a sorrirAssim, esperamos que nossos leitores também possam dar belos sorrisos, neste fim de semana.



---X---



Nenhum comentário:

Postar um comentário