Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.

Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Pensamentos dadaístas 20


                       Nesta postagem, volto a expor, pelo menos momentaneamente, algumas de minhas reflexões fragmentadas sobre o cotidiano. São reflexões que, isoladamente, não serviriam para produzir uma postagem individual, para cada uma delas. Pode ser que, num futuro não muito distante, sejam retomadas essas reflexões, em outras postagens. No entanto, o tema das reflexões de hoje será o mesmo: Sobral.


                       Na última sexta-feira, dia 18, finalmente, foi inaugurado o Hospital Regional da Zona Norte do Ceará (HRN), em Sobral, com apresentação da cantora baiana Ivete Sangalo. A presença dela no evento gerou uma grande polêmica, contando, inclusive, com a intervenção do Ministério Público, devido ao valor considerável retirado do erário público, para o pagamento do cachê da artista: 650 mil reais.

                       Os empresários da cantora não estão errados em cobrar um cachê nesse montante. Se, de fato, um show dela vale tanto, isso depende do gosto de cada um. O poder público é que está errado em contratá-la, sob a condição de pagar esse valor, nas atuais circunstâncias em que se encontra o Ceará. Você há de concordar comigo que talvez houvesse emprego melhor para essa soma.


                       Antes disso, na última segunda-feira, dia 14, finalmente, a UTI pediátrica da Santa Casa de Misericórdia de Sobral iniciou suas atividades, cerca de três anos depois de sua inauguração. Infelizmente, foi necessário que a vida de uma criança, filha de uma família da burguesia local, tivesse sua vida ceifada, por necessitar, em caráter emergencial, de um leito em terapia intensiva, e não encontrá-lo disponível, em sua cidade, para que a sociedade local se mobilizasse e pressionasse o poder público a tomar uma atitude e colocar a referida unidade para funcionar.

                       Parabenizo o povo sobralense por estas duas conquistas supracitadas. Não se tratam de questões político-partidárias, religiosas ou de classes sociais, mas, sim, de respeito pela vida humana. São conquistas para o incremento da saúde e da qualidade de vida, para a população, não apenas de Sobral, mas de toda a Zona Norte do Estado. Assim esperamos.


                       Agora, infelizmente, vamos às más notícias vindas da Princesa do Norte.

                       Há alguns meses, foi anunciado que a CTTU, que é o órgão responsável pela fiscalização de trânsito, no município de Sobral, intensificaria seu trabalho, aumentando o número de agentes nas ruas e iniciando o uso de radares móveis.


                       Olha, aumentar o número de agentes de trânsito nas ruas até que não chega a ser, completamente, uma má ideia. O órgão apenas está procurando cumprir o seu dever, da melhor maneira possível. No entanto, se você conhece bem a cidade de Sobral, com todas as suas benevolências e carências, mesmo sabendo que é uma cidade que conta com mais qualidade de vida do que Fortaleza, não vai deixar de perguntar porque há mais guardas de trânsito do que policiais nas ruas, se a cidade também não deixa de sofrer com a insegurança.

                        Quanto aos radares móveis, nem em Fortaleza existe tanta ganância. Aqui, a AMC, que é nosso órgão municipal de trânsito, não usa tais aparelhos. Eles são usados apenas, esporadicamente, nas vias sob o controle do DERT, que é um dos órgãos estaduais de trânsito, como nas avenidas Senador Carlos Jereissati, que fornece acesso ao aeroporto, e Washington Soares, por exemplo. São os únicos lugares onde vi radares móveis, nesta cidade. Pode ser que estejam presentes em outros lugares, até porque, desde fins de 2011, as sinalizações dos lugares onde os equipamentos estão instalados deixaram de ser obrigatórias. Portanto, na dúvida, fique esperto. Conversaremos mais sobre isso.
                 

******


Nenhum comentário:

Postar um comentário