Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.

Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

domingo, 11 de maio de 2014

Refúgio


                      Sabe aqueles dias em que você está tão confuso, sem saber o que fazer, com nuvens de ideias e de problemas pairando sobre sua cabeça??? São muitas pendências do cotidiano a resolver, e, mais uma vez, temos de fazer uma espécie de malabarismo com elas, pensando-as e solucionando-as, na medida do possível. Enquanto se lembra dos problemas, um após o outro, também surgem novas ideias e reflexões sufocantes, especialmente nos dias em que está em ritmo mais acelerado, depois das xícaras de café que tomou para se aquecer e ficar mais alerta, e elas estão agindo em cada uma das suas fibras nervosas.

                      Tudo que você quer é correr para casa, o único lugar onde ainda espera encontrar um refúgio, um lugar para sentar, colocar a cabeça em seu devido lugar e as ideias no papel. Seria um lugar seguro para fazer cálculos e listas de tarefas e de compras, além de elaborar planos e traçar metas. Um lugar somente seu, onde pudesse canalizar a umidade desse céu pesado querendo desabar sobre a cabeça.

                      O problema é que, mesmo em casa, nem sempre conseguimos ter paz. Por vezes, já trazemos trabalhos da rua e nos deparamos com mais trabalho ainda sobre o birô. O refúgio parece mais um escritório. Hora extra e não remunerada. Ela chega por todas as vias possíveis. Este é o preço da hiperconectividade e da popularidade.

                      Das duas uma: ou nos encapsulamos cada vez mais em nosso mundo, nos trancando com um rádio ou com um notebook no banheiro, por exemplo, ou saímos e pegamos uma estrada sem rumo definido, deixando tudo que for possível para trás, "sem rádio e sem notícia das terras civilizadas".



************



Nenhum comentário:

Postar um comentário