Viva São João!!!

Viva São João!!!
Felizes Festas Juninas.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

quarta-feira, 19 de março de 2014

Os mandachuvas


                       Hoje é dia de São José, padroeiro do Ceará e santo para o qual o nordestino mais reza pedindo chuvas. Hoje é dia 19 de março, até meia noite, como diria o Mução, e já temos alguma ideia da causa da escassez de chuvas no Nordeste, mas não estamos nos referindo à São Pedro ou à São José. Eles são inocentes. Continue conosco e você vai entender.


                       Uma característica marcante de uma oligarquia que controla o Estado é a sua determinação somada à sua crença em ter poderes demais, poderes praticamente divinos, como, por exemplo, de mudar destinos e quiçá até de dominar a natureza, passando a impressão de que o mundo está aos seus pés. As palavras proferidas por membros desse grupo político soam meio que proféticas, arrancando mesuras e aplausos. Com obstáculos praticamente nulos, suas vontades logo são realizadas e se convertem em leis, cuja obediência é praticamente compulsória e automática. Eles devem pensar mais ou menos assim: "Se eu quero que aconteça, é porque vai acontecer". Eles parecem ser onipresentes, onipotentes e oniscientes.

                       Se tudo que eles ordenam é cumprido sem resistência, por que eles não ordenam de uma vez que a chuva caia??? Se eles se consideram tão poderosos assim, então eles podem ser responsabilizados pela pobreza de chuvas. Se está chovendo pouco, é porque eles devem estar sendo omissos.  Enfim, se eles se consideram os mandachuvas da região, que cumpram seus deveres e façam jus aos seus títulos: mandem as chuvas para o Ceará e para o restante do Nordeste. E, quando elas vierem, espero que elas tragam logo de volta meu benzinho, pois preciso de carinho.





************



Nenhum comentário:

Postar um comentário