Viva São João!!!

Viva São João!!!
Felizes Festas Juninas.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Espelho


                       "Espelho, espelho meu, existe alguém com mais beleza que eu?".

                       A frase acima, como você já deve saber, é uma célebre frase citada em um conto de fadas. Nada mais narcisista, hein? Pois também sou suspeito para falar.
 
                       Acontece que, muitas vezes, me ponho do outro lado, quando acesso este blog. Fico a olhá-lo e admirá-lo, como se fosse outra pessoa, e não o autor, mas, ao mesmo tempo, fico a observá-lo, como se estivesse diante de um espelho. Dá prá entender? É como se estivesse me olhando no espelho, mas visse outra pessoa. Por vezes, entro aqui em busca de novidades, como se fosse um outro internauta leitor.

                       Você não sabe como me sinto, pleno de satisfação, quando publico uma postagem e quando a vejo publicada. É a satisfação de haver produzido algo novo de bom e, passando para o outro lado do balcão, digamos assim, a satisfação de ver um produto novo na vitrine.

                       Assim, fico meio que Dorian Grey, que, pelo menos em princípio, se espelhava naquele quadro que o retratava, como já foi dito aqui. A diferença é que, enquanto Dorian se rejuvenecia e se enchia de orgulho, dentre outros defeitos, sua imagem, em um quadro que não foi pintado por ele, mas que foi inspirado nele, se deteriorava. Aqui, meu trabalho não se deteriora. Ele se constrói. Ou melhor, ele é construido por mim, que me dedico de corpo e alma a ele, quando tenho tempo disponível.

                       Você entendeu, não entendeu? De um lado, metade de mim fica na expectativa de alguma informação nova surgir no blog. Enquanto isso, meu alter ego trabalha, em busca de material, queimando as pestanas e os neurônios para digerir aquele material e produzir novos textos. Por isso, seja sempre bem-vindo(a). Aprecie sem moderação.



******




Nenhum comentário:

Postar um comentário