O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

domingo, 25 de março de 2018

Filigranas



                    Por esses dias, enquanto a imprensa não fala em outras coisas que não sejam intervenção federal no Rio de Janeiro, cirurgia no pé direito de Neymar e assassinato da vereadora Marielle, do Rio de Janeiro (independentemente de questões ideológicas e político-partidárias, não deixa de ser um crime brutal e lamentável), por exemplo, vieram os órgãos de trânsito mais uma vez, na calada da noite e com a anuência de quem deveria legislar de verdade, e soltaram mais uma de suas filigranas para enfeitar com propósitos questionáveis a legislação de trânsito, que já está mais enfeitada que uma árvore de Natal.


                    Mais uma vez, abusando do poder, lançaram uma resolução que estabelece, no ato de renovação da carteira de habilitação, a submissão a um curso de 10h de aulas teóricas seguido por uma prova teórica, além dos exames médicos e psicológicos que já existiam. Consequentemente, o processo de renovação da CNH deveria ficar mais caro e mais demorado. Essa medida deveria entrar em vigor dentro de três meses e deveria pegar muita gente de surpresa, de tão insignificante que está passando batido na mídia. A desculpa esfarrapada que os idealizadores da medida apresentaram foi a seguinte:

“O Curso de Aperfeiçoamento para Renovação da CNH tem por objetivo precípuo atualizar as informações e os conhecimentos sobre as legislações de trânsito, considerando a circunstância das constantes e contínuas alterações, mantendo o condutor permanentemente ciente e consciente das determinações emanadas do legislador, devendo, portanto, ser realizado a cada renovação, uma vez que as mudanças e atualizações são contínuas e objetivam garantir ao condutor o aperfeiçoamento e a atualização necessários para a condução do veículo no contexto atual revisando, atualizando e construindo conhecimentos que transformem a prática de condução com a qual este indivíduo chegou ao curso”.


                    Algumas pessoas parecem viver num mundo ideal de fantasia e paralelo ao mundo real, onde, como diz aquela música de Belchior, tudo é perfeito e maravilhoso. Elas ignoram condições adversas da vida em sociedade, como assaltos e buracos nas vias, por exemplo. Dizem que não é problema delas. Para elas, portanto, as leis devem ser observadas ao pé da letra e tudo deve funcionar estritamente do jeito que elas querem. Elas alegam estar apenas obedecendo ordens e cumprindo leis. Leis que, por vezes, elas mesmas criam ou modificam, conforme a conveniência. Esse argumento é o mesmo apresentado pelos oficiais militares da Alemanha nazista, ao serem julgados em Nuremberg, por seus crimes de guerra. Ou seja, você pode não deixar de ser um idiota, caso o seja, só porque está cumprindo a leiQue contribuição útil aquelas pessoas estão dando para tornar o mundo um lugar melhor para viver??? Observe que, no Brasil, mudam-se as leis de trânsito praticamente todos os dias, para atender a interesses escusos, mas não se mexem nas leis criminais, para dar mais segurança aos cidadãos.


                    Felizmente, desta feita, o Ministério das Cidades resolveu intervir em tempo, determinando a revogação daquela resolução estúpida e abusiva, sob o argumento de “promover cada vez mais a segurança dos usuários de trânsito, mas sempre com absoluto foco na simplificação da vida dos brasileiros e na constante busca pela redução de custos de forma a não afetar a rotina dos condutores que precisam renovar suas carteiras de habilitação/CNHs por todo o Brasil”. Do mesmo modo, foi também suspensa aquela resolução que estabelecia fiscalização e multas para ciclistas e pedestres. Desta feita, até os parlamentares resolveram se mexerEnfim, desta vez, o bom senso resplandeceu, e espera-se que prevaleça, doravante. Tenha um bom resto de final de semana, um bom Domingo de Ramos e uma boa e Santa Semana, se puder. 



#####



Nenhum comentário:

Postar um comentário