Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.

Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Fogo e descaso

video

                   Há um ano, como você deve se lembrar, aconteceu aquele incêndio que culminou em mais de duzentas e quarenta vidas ceifadas, numa boate na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. O Brasil não esqueceu. O mundo não esqueceu. É tanto que um episódio da consagrada série policial americana CSI, exibida no Brasil pelo canal Sony, na TV por assinatura, e pela TV Record, na TV aberta, que foi ao ar, esta semana, na TV Sony, foi inspirado no lastimável episódio da boate Kiss, conforme declaração da própria autora da série.

                   Estava pensando com meus botões não necessariamente naquele caso da boate, mas a ocasião me fez lembrar de outras amostras recentes de descuido e de descaso com a vida que acabaram em tragédias, como aqueles acidentes recentes em obras para a Copa do Mundo, como no estádio Itaquerão, em São Paulo, e na Arena Amazônia, em Manaus, por exemplo. Esses episódios têm-se tornado cada vez mais frequentes. Embora não sejam propositais, eles indicam que está faltando algum compromisso maior no cuidado com a vida. Seriam esses incidentes tão imprevisíveis assim, a ponto de não haver um esforço maior para evitá-los???



**********