Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.

Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

domingo, 30 de abril de 2017

Decisão e novos rumos



                   Sabe aqueles momentos em que você sente que lhe explode por dentro um chamado à uma mudança de vida e de ares??? Sabe quando algo lhe diz que aquilo que faz para se sustentar, ao invés disso, está lhe sendo um fardo que o impede de crescer??? Sabe aquela sensação de ameaça iminente, caso você fique onde está, como se houvesse uma bomba-relógio por perto???


                   Quiçá você não seja muito amigo de novelas, mas você deve ter reparado, mesmo que passiva e casualmente, nas chamadas veiculadas na programação de uma emissora para uma nova novela que estreou recentemente no horário nobre. A referida novela se propõe a apresentar casos de pessoas que resolveram dar uma guinada em suas vidas, para o bem ou para o mal, quando se recusaram a aceitar os rótulos ou os caminhos que suas vidas estavam lhes oferecendo.


                   Por isso, sempre se deve pedir a Deus, especialmente depois de atravessar um período em que a vida tenha estado prestes a se despedaçar, que nos resgate em segurança de locais e situações de risco, que se abram novos caminhos em nossas vidas e que saibamos dar passos certos na direção certa, e Ele jamais nos desamparará. O mais importante é que, neste período pascal, assim como alguns personagens da novela supracitada, você também seja capaz de reconhecer que algo em sua vida precisa mudar, o quanto antes, e que algumas coisas desnecessárias que estão pesando e impedindo o crescimento precisam ser cortadas. Pense nisso e tenha um bom restante de feriadão e um mês de maio abençoado. 


                   Aqui encerramos com uma singela homenagem ao cantor Jair Alves de Souza, mais conhecido como Jerry Adriani, um dos maiores ícones da música brasileira, desde os tempos da Jovem Guarda. Está fazendo uma semana que, sem mais nem menos, ele nos deixou, ao ser convocado para trabalhar na oficina de artes de Deus. A canção "Doce Doce Amor", um de seus maiores sucessos, foi composta por Raul Seixas, que era amigo pessoal do cantor, como um protesto implícito contra o regime militar, por ocasião da outorga do Ato Institucional n°5, o AI-5, que eliminou qualquer resquício de democracia que existia à época.





--- # --- # ---



3 comentários:

  1. Legal! Gostei. Do texto e da música. No ano passado fui ao show no BNB onde ele estava. Nem achei que estivesse tão velho ou doente...Qual foi a causa da morte?

    ResponderExcluir
  2. A imprensa só informa que a "causa mortis" teria sido um câncer, mas não especifica qual tipo de câncer.

    ResponderExcluir
  3. Sempre me questiono sobre a possibilidade de mudança súbita dos rumos da minha. De qualquer maneira, confio em meu Deus.
    Sobre a música Doce, Doce amor é curioso saber destes bastidores.

    ResponderExcluir