Verbo

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade."

João 1:14

Boas Festas

Boas Festas
Desejamos a todos um Feliz Natal, um 2019 de bênçãos e vidas plenas de sentidos.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Missão

Nossa missão: Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

Paul McCartney - Simply Having A Wonderful Christmas Time

Feliz 2019

Feliz 2019

domingo, 12 de novembro de 2017

Trabalho escravo???!!!



                       Recentemente, uma ministra de Estado e desembargadora aposentada requereu o recebimento dos vencimentos acumulados e referentes aos dois cargos, o que lhe renderia algo em torno de R$ 60.000,00, pelo menos, alegando que manter uma aparência e um padrão de vida condizentes com o de uma ministra requer uma renda elevada e que trabalhar para receber menos do que ela considera justo e condizente com seu trabalho seria um trabalho escravo. Quiçá movida pelo bom senso, vendo a polêmica armada, a referida ministra logo desistiu de sua solicitação.


                       Quem você acredita que tenha potencial para viver com um padrão de vida melhor: um homem solteiro que recebe um salário qualquer e que não tem grandes despesas ou um homem casado que recebe um salário três vezes maior e que tem três filhos??? Se o salário é suficiente para que o trabalhador viva decentemente, isso também depende do estilo de vida de cada um, mas a presença de um pouco de bom senso é requerida, tanto de quem paga como de quem recebe.


                        Entende-se que, por um lado e teoricamente, a pessoa tem o direito de receber seus salários conforme estabelecido de acordo com cada função que ela exerce ou exerceu. Por outro lado e na prática, acontece que a legislação também estipula tetos para os rendimentos de servidores públicos em cargos mais elevados. A ministra pode até reclamar algo que ela considere um direito seu, mas seria moral e ético alguém receber um salário faraônico, principalmente das mãos do Estado, enquanto a grande maioria dos brasileiros, inclusive aqueles que realmente carregam a sociedade nas costas, principalmente, não recebe um salário digno, compatível com sua mão-de-obra e suficiente para satisfazer suas necessidades básicas e viver com um mínimo de conforto e bem estar???

                        Tenha uma boa semana, pensando nisso. Aos que vão encarar a segunda fase do ENEM, logo mais, muito sucesso.



#####



Um comentário: