Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.

Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
Tire o pé do acelerador e redimensione sua vida.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

domingo, 23 de agosto de 2015

Balança mas não cai


                      Faz algum tempo, a Presidente da República, Dilma Rousseff, quando questionada sobre a sustentabilidade de sua administração, insiste em responder, direta ou indiretamente, com uma resposta enfática como: "Eu não vou cair, eu não vou". Note a firmeza e a convicção no seu jeito de falar. Até agora, ela não sofreu algum tipo de queda, nem em seu governo, nem fisicamente, ao caminhar de salto alto, e nada indica que algo assim venha a acontecer, a curto prazo.


                  E você? Como está sua vida? Você pode se dar o luxo de dizer também com tanta firmeza e convicção que não vai cair? Você sente que a sua vida da maneira como vem sendo vivida e conduzida se sustenta? Ou você vem sentindo fraqueza, desânimo e descrença em relação ao futuro? 


                  Você já teve a sensação de que sua vida está esfriando, de que ela ainda está arruinada e pode desmoronar, a qualquer momento, e você pode perder tudo que conquistou até agora, apesar de ter obtido alguns progressos? Você sente que esses progressos vêm morosamente e que sua vida anda meio que emperrada? 


                  Você ainda se considera útil, capaz e motivado para servir a si mesmo e à coletividade? Você sente que tem algo a oferecer a quem vem à sua procura? Você se sente em um labirinto, em busca de uma luz no fim do túnel? Tanta instabilidade em sua vida seria em grande parte atribuível à instabilidade econômica, social e política do país ou seria mais atribuível à alguma falha na gestão de sua vida, nos campos emocional, espiritual e financeiro, principalmente, com erros do passado repercutindo no presente? Você crê que sua vida esteja sob controle divino?


                  São muitas perguntas e poucas respostas. Procure se afastar dessa zona de (des)conforto. Não pense mais nos problemas. Procure pensar nas soluções. Assim como a presidente, você também não vai cair. E tenha um bom domingo.



### ### ### ###




Nenhum comentário:

Postar um comentário