O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Christmas time is here again - The Beatles

Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.

Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.
Que não se percam os verdadeiros sentidos do Natal e da vida.

Boas festas

Boas festas
Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Futuro Infinito



Jesus Cristo é a testemunha fiel, o primeiro a ressuscitar dentre os mortos, o soberano dos reis da terra. A Jesus, que nos ama,que por seu sangue nos libertou dos nossos pecados e que fez de nós um reino, sacerdotes para seu Deus e Pai,a ele a glória e o poder, em eternidade. Amém. Olhai! Ele vem com as nuvens,e todos os olhos o verão, inclusive aqueles que o transpassaram. Todas as tribos da terra baterão no peito por causa dele. Sim. Amém! 'Eu sou o Alfa e o Ômega', diz o Senhor Deus,'aquele que é, que era e que vem, o Todo-poderoso'.

Apocalipse 1, 5-8



                       Você tem sentido um clima de tensão, de ansiedade e de expectativas diferentes no ar, última e especialmente nesta época do ano, marcada por tantas tragédias urbi et orbi??? Você tem sentido que, a qualquer momento, pode acontecer algo novo, que pode dar uma guinada na história da humanidade, ou mesmo finalizá-la, e que não caiba em nossas imaginações, embora já se tenha tentado descrever por escrito de diversas maneiras???


                      Esta época coincide com o fim do ano litúrgico da Igreja Católica, que simboliza o ciclo da história da humanidade, que deve ser encerrado pelos eventos anunciados no livro bíblico do Apocalipse, culminando no retorno de Jesus Cristo, que vem, com seu jeito manso, humilde e acolhedor, para julgar a humanidade e assumir de vez o cargo de rei do universo.


                      Os eventos deste mês de novembro de 2015, que o tornam um mês mais cinzento que azul, levam muitos a acreditar que as profecias anunciadas pela Bíblia e por Maria, mãe de Jesus, em diversos lugares do mundo, ao longo dos séculos, estariam se concretizando e apontando para um desfecho cada vez mais próximo de nossa história.


                      De fato, vivemos numa época densa, viscosa, nebulosa e difícil. Parece que viemos cavando nossas sepulturas ao longo de eras, tornando nossa sobrevivência cada vez difícil, em todos os cantos do planeta. O que torna nossa existência cada vez mais sufocante não são os desastres naturais, mas os fatores humanos. São pessoas contra pessoas. Uns contribuindo para tornar as vidas dos outros cada vez mais difíceis, em favor de vantagens pessoais ou para seus grupos privados. Tudo indica que nos aproximamos de um fim de linha, no qual a Terra não mais será capaz de suportar a humanidade, e a própria humanidade não mais será capaz de suportar a si própria. Em suma, como já foi dito, a catástrofe deve vir debaixo mesmo, e não dos céus. Não serão Deus e Seus anjos a destruir o mundo, mas a própria humanidade, destruindo a si própria.


                      De qualquer maneira, não há dia ou hora mais adequados do que hoje e agora, para rever nossos conceitos e investir cada vez mais na prática do bem, a fim de tentar salvar o mundo, ou pelo menos parte dele, como foi dito, partindo dos princípios de que a vida continua, de que ela ainda tem jeito e de que o mundo ainda tem jeito também. Haja o que houver, devemos sempre continuar buscando o novo, fazendo revisões periódicas de nossos conceitos e rotinas e buscando se aproximar de quem está distante, mudando para melhor nossas vidas. Porque nada do que se fez até agora ou que ainda há de se fazer até o fim do mundo foi ou será em vão. Ainda há muito trabalho a ser feito, e não podemos nos dar o luxo de desistir de tudo agora e ficar olhando para o céu. Continuemos cuidando de nós mesmos e de tudo, então, porque, haja o que houver, a vida continua, sempre.


                      Lembramos que o humorista mexicano Chespirito partiu, há um ano, para dar continuidade à sua vida, numa nova caminhada, num novo trabalho e num novo plano. Felicitamos nosso amigo Herbert, aniversariante de amanhã, dia 01/12, em exaltação à vida e à sua continuidade. Tenha uma boa semana e um bom restante de ano.
 
 










Nenhum comentário:

Postar um comentário