O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

domingo, 1 de junho de 2014

Minha corrida




Quando fores convidado às bodas, não te sentes no primeiro lugar, pois pode ser que seja convidada outra pessoa de mais consideração do que tu, e vindo o que te convidou, te diga: Cede o lugar a este. Terias então a confusão de dever ocupar o último lugar. Mas, quando fores convidado, vai tomar o último lugar, para que, quando vier o que te convidou, te diga: Amigo, passa mais para cima. Então serás honrado na presença de todos os convivas. Porque todo aquele que se exaltar será humilhado, e todo aquele que se humilhar será exaltado.
Lucas 14: 8 – 11                       

                          Você deve ter percebido que a passagem bíblica acima já foi citada noutra postagem. Ela está sendo retomada aqui de novo a fim de servir de pano de fundo para uma reflexão que já venho fazendo há muitos anos, desde quando comecei a sentir o ar de superioridade que o mundo exala diante de mim.

                          Estou em uma fase em que já não me interessam mais vencer, subir ao pódio, ficar em boa classificação ou sair da zona de rebaixamento. Só me resta agora completar a corrida e cumprir tabela. Quem quiser tomar minha dianteira, fique à vontade. Já fui atropelado várias vezes pela vida porque muitas vezes andei muito devagar ou fiz muitas paradas ao longo do meu caminho. Tive vontade de desistir da caminhada e de me deitar no chão para que ao menos pudesse servir como tapete, de uma vez por todas. 

                          Assim, pessoas mais jovens tomaram os lugares que seriam meus. Elas conseguem fazer o que não faço, conquistaram o que nunca conquistei e possuem o que não possuo. Quem nasceu na década de 1990 já está dominando o mundo. Enquanto sou um ser primitivo e jurássico, talvez o único da minha geração que ainda está lutando por alguma coisa. Tudo passa, menos quem já foi passado para trás. Todo mundo está indo embora, menos quem está ficando para trás. Reconheço que evolui, nos últimos quinze anos, mas evolui bem menos do que deveria ter evoluído. Ainda estou no século XVIII, na fase do Iluminismo. Quando chegará a hora de fazer a minha revolução???


                          Não desejo ser melhor que os outros. Se você também acha que pode me superar, pegue sua senha e entre na fila, porque você também já foi superado(a). Você não é o(a) primeiro(a), nem será o(a) último(a). Por enquanto, quero apenas (sobre)viver, enquanto Deus continuar abençoando meu trabalho e os frutos dele provenientes. Por isso, sou profundamente grato à Ele, por ter me ajudado a ser forte e a chegar até aqui, embora não merecesse tanto, e a completar mais uma volta corrida neste circuito. 


                          Agora ando devagar porque já tive pressa e para ver se consigo chegar mais longe. Já não corro demais só para ver algo ou alguém. Quero me manter em atividade física, mas evitando a fadiga.






************



Nenhum comentário:

Postar um comentário