Viva São João!!!

Viva São João!!!
Felizes Festas Juninas.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

O salvador da pátria



                      Na última semana, o presidente Michel Temer declarou insistentemente não ter culpa da crise socioeconômica atual, alegando tê-la herdado da gestão anterior, sem se recordar de que ele também era integrante da gestão anterior. Portanto, ele também tem uma parcela de culpa.


                      O presidente tenta se apresentar como um salvador da pátria, ao declarar intenção de salvar o Brasil, mesmo que, para isso, tenha que tomar medidas vistas como impopulares. Seriam medidas como, por exemplo, reformar a previdência social e a grade curricular do ensino médio e criar leis que restrinjam os gastos públicos em áreas essenciais pelos próximos vinte anos. Se ele foi sincero em suas palavras e está realmente disposto e bem intencionado a mostrar serviço ou se apenas quis cavar uma brecha para usufruir do poder, só o tempo dirá.


                      Entende-se que o governo terá de fazer alguns cortes no orçamento, para tentar restabelecer a sanidade das contas públicas, mas isto precisa ser feito de uma forma que não penalize mais ainda a população. Espera-se que os cortes sejam feitos com precisão cirúrgica, em pontos que não paralisem mais ainda o bom funcionamento do cotidiano da nação. A economia está parada. Fecham-se postos de trabalho. O cidadão está cada vez mais insatisfeito com tudo, porque falta tudo. Faltam recursos para manter as contas em dia. Quando se conseguem pagar ao menos os impostos, não se vê o retorno adequado, na prestação de serviços básicos por parte do Estado. O brasileiro parece estar empobrecendo cada vez mais e caindo num poço profundo, muito embora a pobreza maior do brasileiro não seja material, mas espiritual.

                      Tenha um bom final de semana, se puder.


--- # --- # ---



Um comentário:

  1. "O Salvador da Pátria" foi uma telenovela produzida e exibida pela TV Globo, no horário nobre de sua programação, de segunda à sábado, entre janeiro e agosto de 1989, aproveitando a esteira de readaptação política e econômica pela qual vinha passando o Brasil, naquele ano em que se deu a primeira eleição presidencial após o fim do regime militar. A história se passa numa fictícia cidade do interior paulista, no ano anterior, 1988, onde um ingênuo e humilde agricultor adquire notoriedade, ao assumir a culpa pelo assassinato de sua esposa e do suposto amante dela, um radialista muito conhecido na cidade, que teria sido acusado de envolvimento com o narcotráfico. Aproveitando essa "fama" do agricultor traído, políticos, empresários e latifundiários da região se reúnem e o lançam como candidato à prefeito de seu município, e ele é eleito e empossado. Entretanto, o maior mistério reside no fato de que aquele radialista aparentemente assassinado ressurge, transmitindo pilhérias e ameaças, nas ondas do rádio.

    ResponderExcluir