O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Christmas time is here again - The Beatles

Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.

Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.
Que não se percam os verdadeiros sentidos do Natal e da vida.

Boas festas

Boas festas
Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Caridade




Aspirai aos dons mais elevados. Eu vou ainda mostrar-vos um caminho incomparavelmente superior. Se eu falasse todas as línguas, as dos homens e as dos anjos, mas não tivesse caridade, eu seria como um bronze que soa ou um címbalo que retine. Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, mas se não tivesse caridade, eu não seria nada. Se eu gastasse todos os meus bens para sustento dos pobres, se entregasse o meu corpo às chamas, mas não tivesse caridade, isso de nada me serviria.
A caridade é paciente, é benigna; não é invejosa, não é vaidosa, não se ensoberbece; não faz nada de inconveniente, não é interesseira, não se encoleriza, não guarda rancor; não se alegra com a iniquidade, mas se regozija com a verdade. Suporta tudo, crê tudo, espera tudo, desculpa tudo. A caridade não acabará nunca. As profecias desaparecerão, as línguas cessarão, a ciência desaparecerá. Com efeito, o nosso conhecimento é limitado e a nossa profecia é imperfeita. Mas, quando vier o que é perfeito, desaparecerá o que é imperfeito. Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Quando me tornei adulto, rejeitei o que era próprio de criança. Agora nós vemos num espelho, confusamente, mas, então, veremos face a face. Agora, conheço apenas de modo imperfeito, mas, então, conhecerei como sou conhecido. Atualmente permanecem estas três coisas: fé, esperança, caridade. Mas a maior delas é a caridade.

Coríntios 12,31-13,13


                      Note que a canção Monte Castelo, da Legião Urbana, que parece inspirada no trecho bíblico apresentado e em alguns versos do português Luís de Camões, permuta a palavra "caridade" por "amor", exaltando este ao patamar de mais sublime e mais fundamental dos sentimentos. Todavia, de certa forma, a caridade não deixa de ser uma forma de amor.

                      A caridade, do latim caritas (amor), mais que o nome de uma cidade cearense situada a cerca de 100 km de Fortaleza, perto de Canindé, segundo a Wikipedia,

pode ser entendida como um sentimento ou uma ação altruísta de ajuda a alguém sem busca de qualquer recompensa. A prática da caridade é notável indicador de elevação moral e uma das práticas que mais caracterizam a essência boa do ser humano, sendo, em alguns casos, chamada de ajuda humanitária.


                      Ou seja, a caridade é uma forma de amor mais específica, que deve direcionar o ser humano à prática do bem ao seu semelhante, de maneira desinteressada, obtendo como satisfação primordial ver o bem estar e a felicidade de seu próximo.

                      A caridade é uma das principais atitudes a cujas práticas a Igreja Católica exorta, juntamente com o jejum e a oração, especialmente na Quaresma. E qual seria o melhor momento para realizar um ato de caridade??? Seria apenas na Quaresma???

                      Como foi dito, por vezes, precisamos ser maleáveis e fazer concessões no cotidiano, para facilitar as vidas das pessoas, dentro dos limites do bom senso. Portanto, sempre que puder contribuir de alguma forma, ainda que lhe pareça insignificante, para resolver o problema de alguém, não deixe passar a oportunidade, acreditando que alguém mais o fará. Faça-o.


                      Em postagem anterior, falou-se muito sobre seguir e cumprir leis e ser moral, justo, correto, honesto e ético. Mas, e onde fica o amor??? Aqueles seres inomináveis, certamente, ficariam desconcertados, ao serem instados a refletir sobre o assunto.











Um comentário:

  1. "E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria."
    (I Cor 13,3)

    ResponderExcluir