Viva São João!!!

Viva São João!!!
Felizes Festas Juninas.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

sábado, 28 de junho de 2014

Honestamente



                    Futebol é mais que um esporte. Futebol é lindo. Futebol é arte. Futebol é cultura, mas, quem trabalha no futebol sabe que não é o melhor lugar para se estabelecer profissionalmente e fazer carreira, por ser um ambiente um tanto injusto para muitos e promissor para poucos.


                    Não queremos desmotivar aqueles que têm talento para jogar futebol, mas o tempo de vida útil de um jogador profissional correndo atrás da bola é curto. São poucos os que seguem atuando em campo, na casa dos trinta e poucos anos. Daí em diante, é preciso pensar em como conduzir a vida adequadamente, após pendurar as chuteiras. Antes disso, para a maioria dos jogadores, obter o sustento adequado para si e para seus familiares tem sido muito difícil, pois aqueles jogadores que recebem salários mensais exuberantes e que levam vidas faustosas são exceções. Além disso, os jogadores "premiados", além de serem bem remunerados por seus clubes, por serem bastante destacados pela mídia, recebem também proventos de contratos de publicidade com o uso de suas vozes e suas imagens para venda de produtos e de serviços.

                    Você deve se lembrar daquele pênalti polêmico, no jogo do Brasil contra a Croácia, na abertura desta copa. Pênalti que levou o Brasil a marcar seu segundo gol. Pênalti que, apesar de ter ajudado o Brasil, dividiu opiniões. De acordo com as imagens divulgadas no site Globo Esporte.com, houve realmente uma falta dentro da grande área, quando o zagueiro croata Lovren pousou sua mão esquerda sobre o ombro esquerdo de Fred, que justificou-se, posteriormente, dizendo que caiu no chão, porque teria sido agarrado pelo ombro com força suficiente para derrubá-lo. Como cada um sabe exatamente onde o sapato lhe aperta, então cada um que tire suas conclusões a respeito do que realmente aconteceu.
                 
                    Recordamo-nos que, como já foi dito, um consagrado apresentador de TV, após a final da Copa América de 2004, quando o Brasil venceu a Argentina, em decisão por pênaltis, teria dito que, "contra a Argentina, vale até gol de mão". Muitos brasileiros seguem aquela máxima de Maquiavel, segundo a qual "os fins justificam os meios". Para vencer, não apenas no futebol, mas na vida em geral, na visão de quem só pensa no seu, vale a pena seguir qualquer caminho, seja honesto ou desonesto. Ter a oportunidade de bater um pênalti é sempre bem vinda, porque o pênalti é a maneira mais fácil de marcar um gol, quando não se consegue manter a posse de bola e dominar o campo.

                    Como se vê, são muitas as injustiças cometidas no futebol, dentro e fora de campo. As decisões dos árbitros geralmente são soberanas e pouco contestáveis. São muitos os exemplos disso.

                    Honestamente, esperamos que, nesta copa, haja alguma inovação. Esperamos que despontem novos talentos e que seleções com menos tradição em copas e com menos jogadores-estrela consigam surpreender e se classificar para as fases seguintes da competição, para que possamos fugir daquela mesmice de ver sempre as mesmas seleções se enfrentando. Honestamente, esperamos que esta copa, que está dando certo até agora, graças à Deus, não seja igual às outras.





************



Nenhum comentário:

Postar um comentário