Viva São João!!!

Viva São João!!!
Felizes Festas Juninas.
O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

domingo, 22 de março de 2015

Ouvindo, lendo, vendo e aprendendo



                   Embora tardia, foi louvável a atitude do governo em se posicionar e admitir algumas fraquezas, inicialmente por intermédio do pronunciamento de alguns ministros, depois da própria presidente, perante as distintas manifestações de insatisfação por parte significativa da população com a maneira como vem sendo conduzida a nação. No discurso da última quarta-feira, dia 18, foi anunciado um pacote de medidas jurídicas contra a corrupção. Se essas medidas serão realmente aplicadas e surtirão algum efeito ou se esse anúncio foi apenas fogo de palha para dar alguma satisfação às turbas nas ruas, somente o tempo dirá.   


                   Independentemente de concordar com o que alguém diz ou não, é interessante ouvir o que alguém tem a dizer, para depois tirar suas conclusões. É uma questão de respeito, acima de tudo, pois ninguém é dono da verdade. Sempre se aproveita algo do que alguém fala ou escreve. Se ele está falando palavras que vêm do coração ou apenas da boca para fora, isso é lá com ele.


                   Se, durante um discurso, alguém estiver ofendendo você de alguma forma, aguarde-o concluir, para fazer sua defesa. Deixe que ele gaste logo todas as energias, para depois entrar com seus argumentos. Não o interrompa, para evitar bate boca e a discussão não se tornar uma grande celeuma improdutiva onde ninguém mais se entende. Se você der uma ordem ou uma sugestão a alguém, dê o exemplo, se puder: faça o mesmo que está dizendo que ele faça. 


                   Como foi dito, todo livro, por exemplo, tem algo a ensinar, mas nem todo livro deve ser considerado uma "bíblia" de algo. Quando quiser se inteirar acerca de qualquer assunto, pesquise no maior número possível de fontes. Não pense que, após ler um tratado sobre o assunto, poderá se considerar um especialista no mesmo. Portanto, não seja bairrista: não tome partido por um determinado livro ou corrente de pensamento.


                   Encerramos com umas reflexões de saideira: os seres humanos e os livros ainda têm algo a nos ensinar? O que ainda podemos aprender no convívio direto com outras pessoas? Por que as pessoas parecem estar cada vez mais compenetradas nos dispositivos de navegação da Internet, em qualquer lugar? Parece que, quanto mais conectados, mais afastados, cada um só pensando no seu

                   Tenha um bom domingo.




### ### ### ###





Nenhum comentário:

Postar um comentário