O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

terça-feira, 30 de abril de 2013

Reencontro


"Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino". 

1 Coríntios 13:11



                       Ultimamente, me regozijo em perceber que estou em vias de um reencontro comigo mesmo, pelo menos em parte. Estou voltando a ser o que era antes, pelo menos em parte. Isto me vem a calhar, em um momento em que a saudade da vida na qual estava imerso, há alguns anos, me invade. Dá vontade de largar tudo e pegar a estrada. Mas, será que adianta??? Será que tem volta???


                       Muitas pessoas com as quais contraceno, no dia-a-dia, me elogiam dizendo que estão me achando magro. Finalmente, parece que estou recuperando as medidas que perdi, nos últimos três anos, estou conseguindo deixar minha vida um pouco mais leve e reavendo aquele guarda-roupa antigo. Consegui esta façanha às custas de trabalho, dieta e exercícios físicos. Prefiro emagrecer trabalhando do que engordar dormindo e ganhando dinheiro às custas do suor de outras pessoas.


          
                       Isto é apenas o começo. Preciso me lembrar de que preciso de mais tempo para tentar cuidar melhor de mim. Falando em lembrar, lembro-me de que preciso de um tempo para sentar e relembrar como era minha vida, há uns cinco, dez, quinze ou vinte anos, até porque, daqueles tempos, tenho algumas histórias interessantes e algum material a trazer para cá. No entanto, é preciso fazer isso com cuidado, pois tocar naquele passado delicado e sombrio, onde a vida fluía errante, sem objetivo, sem identidade e sem algo palpável a oferecer ao mundo e aos outros, totalmente em contraste com a vida atual, é como abrir um guarda-roupa velho e cheio de roupas velhas e mofadas, ou mesmo uma caixa de Pandora. Inevitavelmente, cedo ou tarde, este reencontro deverá acontecer, porque ainda sinto aquele passado vibrando em mim, porém deve demorar um pouco a acontecer, pois, como já devo ter dito antes, minha vida tem sido muito corrida, com dia após dia, semana após semana, mês após mês, enfim, o tempo passa tão rápido que se confunde, enquanto estou concentrado no trabalho. Melhor assim. Enquanto isso, vou me preparando para esta jornada e continuo entrando em forma, ao som de "Viagem ao fundo do ego", de Egotrip.





*******


Nenhum comentário:

Postar um comentário