O Profeta diz a todos: "eu vos trago a verdade", enquanto o poeta, mais humildemente, se limita a dizer a cada um: "eu te trago a minha verdade."

Mario Quintana

Christmas time is here again - The Beatles

Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.

Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.
Que não se percam os verdadeiros sentidos do Natal e da vida.

Boas festas

Boas festas
Desejamos um Feliz Natal e um 2018 de bênçãos.

Editorial

Embora o Brasil não esteja em uma boa fase de sua história e não esteja sendo bem administrado, retroceder ao passado, principalmente àquele passado mais remoto e sem resultados satisfatórios para a coletividade, não é a solução.

Uma geração acreditou que, quando a oposição chegasse ao poder, finalmente, sentir-se-ia representada. Votou em um candidato à presidente que caiu e se levantou, algumas vezes, mas agora já não sabe mais em quem confiar, porque não há mais representações legítimas, para os trabalhadores e os estudantes. Existem apenas partidos para representar seus próprios interesses ou defender os privilégios de seus aliados diretos.

Dar vazão às mentes e às vozes que querem questionar e repensar o Brasil de uma maneira distinta, objetiva e imparcial. É para isto que estamos aqui.

Display

Pesquisar neste blog

Inscreva-se e siga nossa newsletter

Translate us (traduza-nos)

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Juventude



                       Com relação àquele incêndio da boate, no Rio Grande do Sul, queria escrever um pouco mais. Imagino que cada um daqueles que tem acompanhado as notícias e que tem visto as imagens correlatas, principalmente os parentes e amigos das vítimas, se sente frustrado e impotente, diante de tão situação. Cada um deles, por mais distante que estivesse, deve ter se perguntado se não poderia ter feito algo para evitar que aquilo acontecesse ou para salvar aquelas vítimas.

                       Admito que aquilo também mexeu comigo. É de partir o coração ver pais desesperados, ao saberem que perderam seus filhos, principalmente aqueles que ligaram para os celulares de seus filhos centenas de vezes, mas estes não atenderam, porque já não podiam atendê-los, tarefa que coube aos bombeiros que resgataram os corpos. A esperança diminuía e a angústia crescia, para quem estava do outro lado da linha. Muito chata uma situação dessas, não é mesmo?

                       Por vezes, imagino como seria, se fosse comigo. Tenho medo da morte, não pelo que possa encontrar, do outro lado, mas pelo rombo que deixaria aqui, pelo sofrimento dos meus entes queridos, especialmente dos meus pais. Por isso, sempre agradecido à Deus por ter chegado até aqui e por nunca estar no lugar errado e na hora errada. Depois quero conversar mais sobre isto.


                       Imagino como deve estar pesado o clima em Santa Maria. Como expressou o poema do escritor gaúcho Fabrício Carpinejar, presumo também que toda a cidade tenha morrido naquela tragédia, porque sua juventude está morta, esta mesma juventude que, por onde passa, dá um tom de cor diferente à vida, que, pelo menos, para eles que vivem naquela cidade, parece ter se esvaziado, depois que a cidade envelheceu, "dez anos ou mais, neste último mês".

                       Esta fatalidade (?) foi apenas a ponta de um iceberg, mostrando que a juventude está ameaçada, neste e em outros contextos do cotidiano, com seus direitos de viver e de apreciar a vida sendo tolhidos, pouco a pouco. Não é que a velhice deva ser encarada negativamente por completo, apesar dos comentários feitos por um ministro japonês sobre os idosos, mas preocupa o fato de o Brasil estar em transição demográfica, ou seja, sua população está envelhecendo cada vez mais e está se renovando cada vez menos, teoricamente, como já diziam os professores de geografia, nos meus tempos de colégio, há quinze anos. Depois conversamos mais sobre isto. O que deve ser levado como mensagem agora é que a vida humana parece estar sendo cada vez menos respeitada, menos cuidada e menos valorizada. Você já reparou nisto???

                     
*******
                     

Nenhum comentário:

Postar um comentário